Logo.png

Ossâim

“ewe assa” oh, folhas

   Poucos Terreiros de Umbanda cultuam o Orixá Ossâim que é de origem nagô. No Brasil o encontramos com diversos nomes: Ossânin, Ossãe e Ossanha.

      Ele é o Orixá das ervas, Mestre do poder curativo das plantas, sendo o senhor do seu axé: é o “pai” da fitoterapia.

Nos rituais que ocorrem nos terreiros sempre é movimentada a energia de Ossâim, pois não se tem ritual sem ervas.

 Dizem que: “Apesar de cada Orixá possuir suas folhas específicas, somente Ossâim detém seus segredos. E sem seus segredos não há movimentação do axé, portanto sem ele nenhuma cerimônia é possível.”

  Na Umbanda que praticamos, este Orixá atua na linha que é representada pelo Orixá Oxóssi, o que não o torna menos importante que nenhum outro Orixá.

Falam que nas florestas Oxóssi é o tronco das árvores enquanto Ossâim é a folha.

   A Umbanda está profundamente ligada à natureza, pois a força dos Orixás está presente nos sítios naturais sagrados como matas, cachoeiras, pedreiras, etc.

     Ossâim é um Orixá que nos mostra através de seu domínio sobre as folhas e direcionando os seus axés principalmente para a saúde, o quanto é importante termos uma consciência ecológica. Temos que lembrar que somos parte desta natureza e que dependemos de suas energias para vivermos com saúde e equilíbrio.

Ossâim.jpg