Logo.png

Pontos Cantados de Pretos Velhos 

Vejamos alguns pontos de Pretos Velhos cantados no Centro de Umbanda Caminhos de Luz

Ponto de abertura

 

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

 

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

 

Ô na fé de Oxalá

Eu vou abrir minha Urucaia

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

 

Ô na fé dos Pretos velhos

Eu vou abrir minha Urucaia

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

 

Ô na fé de Velho Fabrício

Eu vou abrir minha Urucaia

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

 

Ô na fé de Pai Francisco

Eu vou abrir minha Urucaia

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

 

Ô na fé de Vovó Conga

Eu vou abrir minha Urucaia

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

 

Ô na fé de Oxalá

Eu vou abrir minha Urucaia

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

 

Ô na fé de Pai Joaquim

Eu vou abrir minha Urucaia

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

 

Ô na fé de Vovó Cambinda

Eu vou abrir minha Urucaia

Com licença de Zambi

Eu vou abrir minha Urucaia

 

  • Vai se colocando o nome das Entidades da casa e encerra com Oxalá

 

 

Ponto de chegada dos Pretos Velhos

 

 Está iluminada a nossa banda

 Está cheio de flor o meu Gongá

 

Está iluminada a nossa banda

Está cheio de flor o meu Gongá

 

Meu Preto Velho,

É tudo que eu peço

Meu Preto Velho,

Ilumina os caminhos por onde passo.

 

Meu Preto Velho,

É tudo que eu peço

Meu Preto Velho,

Ilumina os caminhos por onde passo.

 

 

Ponto de Chegada dos Pretos Velhos

 

 

O Preto Velho, chegou de Aruanda

Abenção meu Pai Saravá pra sua banda

 

Velho Fabrício, chegou de Aruanda ...

Abenção meu Pai Saravá pra sua banda

 

Vovó Maria Conga chegou de Aruanda...

Abenção meu Pai Saravá pra sua banda

 

Pai Joaquim chegou de Aruanda...

Abenção meu Pai Saravá pra sua banda

 

Vovó Cambinda chegou de Aruanda...

Abenção meu Pai Saravá pra sua banda

 

 

*Vai se colocando o nome das Entidades da casa

 

 

Saudação aos Pretos Velhos

 

Yorimá, Yorimá...

Os Pretos Velhos nós vamos saravá

 

Eles sofreram, mas ensinaram...

Boa vontade, persistência e fé...

E quando eles apanhavam...

Eles rezavam pedindo proteção

Para o Senhor, que os castigava;

Sem piedade e sem compaixão

 

A lei de Zambi sempre seguia

Na esperança do seu passamento

Que um dia teria de vir...

Pela vontade de seus pensamentos

 

Yorimá, Yorimá;

Os Pretos Velhos nós vamos saravá...

 

 Ponto da Vovó Maria Conga

 

Abra meu terreiro

Abra meu Gongá

Chegou Maria Conga

Que aqui veio trabalhar

 

       

Ponto de Vovó Maria Conga, Pai Cipriano e Pai Jacó

 

Vovó Maria Conga trabalha,

Com Pai Cipriano e Jacó

 

Vovó Maria Conga trabalha,

Com Pai Cipriano e Jacó

 

Trabalha na terra

Trabalha no mar

Trabalha na lua

Trabalha no sol

 

Trabalha na terra

Trabalha no mar

Trabalha na lua

Trabalha no sol

     

 

Ponto de Pai de Joaquim

 

O cajado de Pai Joaquim

Bate devagar mais pode doer

O rosário de Pai Joaquim

Tem mironga pra benzer

 

O cajado de Pai Joaquim

Bate devagar mais pode doer

O rosário de Pai Joaquim

Tem mironga pra benzer

 

Vem benzer, ó meu filho, ó vem benzer...

O rosário de Pai Joaquim

Tem mironga pra benzer...

 

Vem benzer, ó meu filho, ó vem benzer...

O rosário de Pai Joaquim

Tem mironga pra benzer...

 

 Ponto de Vovó Cambinda

Vovó Cambinda tem sua guia

Trabalha de noite e reza de dia

 

Vovó Cambinda tem sua guia

Trabalha de noite e reza de dia

 

Vovó Cambinda quer encruzar

Ponto de pemba no meu Gongá...

 

Vovó Cambinda quer encruzar

Ponto de pemba no meu Gongá...

              

 

Ponto do Pai José

Ele vive no meio das ondas

Beijando a lua no fundo do mar

 

Ele vive no meio das ondas

Beijando a lua no fundo do mar

 

Oh! Meu Pai, que é Pai José

Que vem de Aruanda,

Que vem Saravá...

 

Oh! Meu Pai, que é Pai José

Que vem de Aruanda,

Que vem Saravá...

 

 Ponto da Vovó Catarina

 

Vovó Catarina que tem poder

Vem na Umbanda nos valer

 

Vovó Catarina que tem poder

Vem na Umbanda nos valer

 

Ela vem de Aruanda

Com a fé de Oxalá

Traz arruda e guiné

Pra rezar filho de fé...

 

Ela vem de Aruanda

Com a fé de Oxalá

Traz arruda e guiné

Pra rezar filho de fé...

Ponto da Vovó Ricarda

 

Do cachimbo da Vovó Ricarda

Sua fumaça só não vê quem não quer

 

Do cachimbo da Vovó Ricarda

Sua fumaça só não vê quem não quer

 

Vovó Ricarda trabalha

Sua mironga é em baixo do pé...

 

Vovó Ricarda trabalha

Sua mironga é em baixo do pé...

 

 

Ponto do Pai Caetano

 

Pai Caetano veio de Angola

Carregando a sua cruz

 

Pai Caetano veio de Angola

Carregando a sua cruz

 

Com suas flores na sacola

Traz a guia de Jesus

Neste mundo de meu Deus

Oxalá lhe deu mais luz

Para Salvar os filhos seus...

 

Neste mundo de meu Deus

Oxalá lhe deu mais luz

Para Salvar os filhos seus...

 

Ponto de Pai Antero

 

Pede licença a mamãe Oxum

Pede licença pra Pai Oxalá

Pede licença ao Senhor do Bonfim

Pra Pai Antero vir trabalhar

Pede licença a mamãe Oxum

Pede licença pra Pai Oxalá

Pede licença ao Senhor do Bonfim

Pra Pai Antero vir trabalhar

 

Quem vem lá é de paz

Quem vai chegar em Gongá

É um baiano formoso

É Pai Antero que vem saravá...

 

Quem vem lá é de paz

Quem vai chegar em Gongá

É um baiano formoso

É Pai Antero que vem saravá...

 

 

Ponto de Pai Bernardo

 

Com sua Pemba

Com o seu Pito

Pai Bernardo vem

 

Com sua Pemba

Com o seu Pito

Pai Bernardo vem

 

Ele vem do Congo vem, vem

Pedir ao Congo vem, vem

Ele vem tirar

Toda a mandinga

Que o filho tem...

 

Ele vem do Congo vem, vem

Pedir ao Congo vem, vem

Ele vem tirar

Toda a mandinga

Que o filho tem...

 

Pai Bernardo vem...

       

Ponto de Pai Benedito

Quem é aquele velhinho

Que vem no caminho andando devagar

Com seu cachimbo na boca

Puxando a fumaça e soltando no ar

 

Quem é aquele velhinho

Que vem no caminho andando devagar

Com seu cachimbo na boca

Puxando a fumaça e soltando no ar

 

Ele é do cativeiro

É Pai Benedito

Ele é mirongueiro...

 

Ele é do cativeiro

É Pai Benedito

Ele é mirongueiro.

 

Pontos de Vovó Maria Baiana

 

Ela custou pra chegar, mas chegou

Ela custou pra entender, mas entendeu

Pai Oxalá, a guiou por caminhos de luz

Hoje ela só faz o bem, sem olhar a quem

Ô Vovó...

 

Vovó Maria Baiana

Vovó Maria Baiana

Ê Vovó...

 

Vovó Maria Baiana

Vovó Maria Baiana

Ê Vovó...

 

       

Pontos de Vovó Joana

 

Vovó Ganga vem de Angola

Pra senzala do Senhor

Vem servindo de mucama

Pra filha do seu doutor

 

Vovó Ganga ficou moça

E Cambinda carregou

Quando veio de sua senzala

Muita coisa ensinou

 

É Vovó Joana, no terreiro de Umbanda

Ela vem de Aruanda,

Ela vem trabalhar

 

O seu ponto de tuia é seguro

Ela sabe também fazer cura

Ela expande qualquer criatura

Dentro do seu Gongá...

 

Pontos de Pretos Velhos

 

É, é do lado de lá

E vem para o lado de cá

É mensageiro do amor

É, é de Oxalá

 

Vem do azul infinito

Onde tem o seu reino de paz

Vamos receber com ternura

A mensagem que ele nos traz...

 

 

Preto Velho Senta no Toco

Faz o sinal da cruz

Pede proteção a Zambi

Para os filhos de Jesus

 

Preto Velho Senta no Toco

Faz o sinal da cruz

Pede proteção a Zambi

Para os filhos de Jesus

 

Cada conta do seu rosário

É um filho que ali está

Se não fosse o Preto Velho

Eu não sabia caminhar...

Cada conta do seu rosário

É um filho que ali está

Se não fosse o Preto Velho

Eu não sabia caminhar...

 

 

 

Derrama tuas bênçãos Preto Velho

Como derramaste em Jerusalém

 

Derrama tuas bênçãos Preto Velho

Como derramaste em Jerusalém

 

Te amo tanto, como antigos tempos

Que os teus poderes me guiem até o fim...

 

Te amo tanto, como antigos tempos

Que os teus poderes me guiem até o fim...

 

 

 

Tudo que eu peço ao Vovô ele faz

Também o que eu peço a Vovó ela faz

 

Tudo que eu peço ao Vovô ele faz

Também o que eu peço a Vovó ela faz

 

O que eu quero mais, o que eu quero mais...

O que eu quero mais, o que eu quero mais...

 

Ele é rei de Aruanda, Mas Vovó também manda

Quando os dois pedem juntos

Ninguém me passa pra trás...

 

O que eu quero mais, o que eu quero mais...

O que eu quero mais, o que eu quero mais...

 

 

 

Levanta cedo ô moleque

Que velho quer trabalhar

 

Levanta cedo ô moleque

Que velho quer trabalhar

 

É devagar, é devagarinho

 

É devagar, é devagarinho

 

Quem caminha com Preto Velho

Nunca ficou no caminho...

 

Quem caminha com Preto Velho

Nunca ficou no caminho...

 

 

 

Meu filho, traz meu banquinho

Que Vovó quer trabalhar

Manda apanhar minha Pemba

Que eu deixei lá no Gongá

 

Meu rosário e meu Guiné

Meu filho traga também

Que Vovó quer trabalhar

Pra ver seu neto o que é que tem...

 

Meu rosário e meu Guiné

Meu filho traga também

Que Vovó quer trabalhar

Pra ver seu neto o que é que tem...

 

 

 

Lá vem a Vovó descendo a ladeira

Com a sua sacola

Ela vem de Aruanda, ela vem de Aruanda

Ela vem de Angola

 

Lá vem a Vovó descendo a ladeira

Com a sua sacola

Ela vem de Aruanda, ela vem de Aruanda

Ela vem de Angola

 

Eu quero Vovó, eu quero ver

Eu quero ver,

Se filho de Pemba tem querer...

 

Eu quero Vovó, eu quero ver

Eu quero ver,

Se filho de Pemba tem querer...

 

 

 

Vovó tem sete saias

Sua última saia tem mironga

Vovó veio de Angola

Pra salvar filho de Umbanda

 

Vovó tem sete saias

Sua última saia tem mironga

Vovó veio de Angola

Pra salvar filho de Umbanda

 

Com seu patuá e a figa de guiné

Vovó veio de Angola

Pra salvar filho de fé...

 

Com seu patuá e a figa de guiné

Vovó veio de Angola

Pra salvar filho de fé...

 

 

Eu sou um Preto velho,

Bem velhinho e bem pretinho

 

Eu sou um Preto velho,

Bem velhinho e bem pretinho

 

Trago o cravo e trago a rosa

Para os filhos de Umbanda

Saravá o Congo, saravá a sua banda

 

Eu tenho o meu banquinho

Lá na terra de Aruanda

 

Eu tenho o meu banquinho

Lá na terra de Aruanda

 

Trago o pito e o marafo

Para os filhos de Umbanda

Saravá o Congo, saravá a sua banda

 

 

 

Pontos de Despedida

 

Gente, Preto Velho está muito cansado,

Preto Velho por Deus coroado

E seu filho mandou lhe chamar

 

Gente, Preto Velho está muito cansado,

Preto Velho por Deus coroado

E seu filho mandou lhe chamar

 

Caridade é uma toalha na mesa

Um copo d’água e uma vela

E as bênçãos de Pai Oxalá

 

Caridade é uma toalha na mesa

Um copo d’água  e uma vela

E as bênçãos de Pai Oxalá

 

 

 

Obrigado Vovô, obrigada Vovó

Obrigado aos Pretos Velhos

Pela ajuda que nos deu

 

Que Oxalá lhes dê muita luz Vovô

Que Oxalá lhes dê muita luz Vovó...

 

 

 

Adeus Vovô de fé

Quando eu precisar eu chamo

 

Adeus Vovô de fé

Quando eu precisar eu chamo

 

Zambi te trouxe, Zambi vai te levar

Zambi te trouxe, Zambi vai te levar

 

Agradeço a toalha rendada de ouro

que ficou neste Gonga...

 

Agradeço a toalha rendada de ouro

que ficou neste Gonga...

casal pretos velhos.JPG