Pontos cantados

Os cânticos são comuns em todas as religiões e na Umbanda chamamos de pontos cantados.


São preces musicadas, que atraem as forças da natureza e nos
fazem entrar em contato com as entidades espirituais.


​Todas as linhas de Umbanda, Orixás, Guias, têm seus próprios pontos cantados.


Dependendo do ponto cantado as entidades colocam, retiram ou movimentam determinadas energias.


​Algumas finalidades dos pontos:

  • ​Ponto de abertura e encerramento de trabalhos,

  • Pontos de chegada e subida,

  • Pontos de vibração,

  • Pontos de defumação,

  • Pontos de descarrego,

  • Pontos contra demandas,

  • Pontos de firmeza,

  • Pontos de cruzamento de linhas.

O som tem grande poder não só no nível físico mas, também, no nível astral e mental, pois toda música é uma harmonia de sons com frequência própria e, como tudo no universo está interligado, faz com que cada frequência esteja vinculada a uma vibração ligada a um Orixá.


Quando cantamos um ponto no terreiro estamos movimentando, através destas ondas sonoras, a vibratória de alguns Orixás sendo essa energia utilizada nos trabalhos ali realizados.


É muito importante que sintamos o ponto quando cantamos, para
potencializá-lo com nossas emoções.


Hoje muitos terreiros possuem em sua estrutura mediúnica verdadeiras orquestras de curimbas, para realizarem o roteiro musical e vibratório da gira.

Mas independente de se ter orquestra ou não o mais importante é que a corrente saiba que este roteiro musical é composto por “preces musicadas” que precisam ser sentidas e não só verbalizadas.


Os pontos cantados estão presentes na Umbanda desde Zélio de Moraes, trazido pela Entidade Pai Antônio, falando de seu cachimbo que tinha ficado no toco quando desencarnou:


Minha cachimba tá no toco
Manda muréque busca
Minha cachimba tá no toco
Manda muréque busca
No alto da derrubada
Minha cachimba ficou lá
No alto da derrubada
Minha cachimba ficou lá


Os pontos cantados quando trazidos pelas entidades são
chamados de Pontos de Raiz; os que são escritos pelos homens
chamamos de Pontos terrenos.