Logo.png

Pretos Velhos

Senhores da Humildade e da Sabedoria 

PV.jpg

              Os senhores do conhecimento e da magia, os psicólogos dos pobres,  exemplo da humildade, paciência e fé, atendem os consulentes ouvindo seus problemas e os orientam. Tratam os mais diversos problemas com suas rezas e benzeduras. 

​          Sabemos que nem todo Preto-Velho ou Preta Velha foram escravos nas suas encarnações, mas que independente disto se utilizam desta forma de apresentação que nos remete a pessoas idosas, que trazem a sabedoria de milênios em suas palavras simples, mas carregadas de ensinamentos e valores.  

          No Brasil, os escravos negros chegavam por Recife e Salvador, nos séculos XVI e XVII, e no Rio de Janeiro, no século XVIII. Vieram grupos de diferentes regiões da África. Com seus cultos, os escravos mantiveram viva a sua fé. Resistiam à escravidão e suas rezas, danças e cantos eram maneiras de manterem vivas as suas crenças e aliviar seu sofrimento.

​          E assim são os Pretos-Velhos da Umbanda. Eles representam a força, a resignação, a sabedoria, o amor e a caridade. Curam, ensinam, educam pessoas e espíritos sem luz. Eles nos ensinam a não ter raiva ou ódio pelas humilhações, atrocidades e torturas  que possamos sofrer.

​          Estas Entidades atuam desde a implantação da Umbanda em 1908 quando se manifestou um Preto Velho de nome Pai Antônio através do médium Zélio, sempre se apresentando de forma serena.

São chamados de Linha das Almas, pois estas Entidades estão ligadas à vibração da Linha de Yorimá (Obaluaê e Nanã Buruquê).

​          São verdadeiros sábios e magos espirituais, profundos conhecedores da alma humana. São espíritos que não possuem mais nenhum apego a coisas materiais, pois já despertaram para a importância do ser e a ilusão do ter.

​          Por isso, se você for falar com um preto-velho, tenha humildade e saiba escutar, não queira milagres ou que ele resolva seus problemas como em um passe de mágica, entenda que qualquer solução tem o princípio dentro de você mesmo, tenha fé, acredite em você, tenha amor a Deus e a você mesmo. Saravá todos os Pretos Velhos!

“Meu Preto Velho ilumine o caminho por onde passo”

              Quantas vezes escutamos este e outros pontos pedindo que estas entidades maravilhosas que atuam na Umbanda com a roupagem fluídica de Pretos Velhos nos abençoem, nos ensinem e caminhem junto a nós.